{lang: 'en-US'}

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Sin City: A Dama Fatal. Pôster e fotos da nova produção.



Após uma longa e extenuante espera, enfim teremos a sequência de Sin City. Muitos obstáculos transpostos, incluindo a morte de Michael Clarke Duncan, e é chegada a hora de preparar-se para uma nova adaptação de uma Graphic Novel de Frank Miller. 
A Dama Fatal é uma história onde violência, sensualidade e traição imperam. Com as recentes contratações e a confirmação de Robert Rodriguez e Frank Miller na direção, as esperanças de outra obra grandiosa só aumentam. 
Outra ótima notícia é a contratação de Eva Green para interpretar a dita Dama Fatal: Ava, uma mulher ambiciosa, sensual, calculista e - realmente - fatal. 
Também estão confirmadas as presenças de Joseph Gordon-Levitt, Jessica Alba, Josh Brolin, Mickey Rourke, Bruce Willis e Julia Garner.

Uma primeira imagem do filme já está circulando e mostra Josh Brolin (Dwight) dirigindo seu carro na chuva. O visual está perfeito e mostra que a preocupação em conservar o visual da obra original permanece. Perfeito!



 Tenho plena certeza de que esses 8 anos de espera não terão sido em vão...
 

Resenha do filme "Jogos Vorazes".



O que falar sobre Jogos Vorazes que ainda não tenha sido dito? O que aguardar de sua continuação?
Bem, a verdade é que não li quaisquer críticas ou reportagens sobre o filme. Não quis buscar referências de outras opiniões e, assim, assisti ao filme livre de influências externas.






A trama:

A trama do filme não é ruim. A abordagem sobre o que motiva pessoas a assistir um reality show onde os participantes se matam (todos muito jovens) é até crível, porém percebi que há um direcionamento que força os espectadores a apoiar os protagonistas. A direção do filme parece agir como se fosse a responsável de um verdadeiro reality show, onde tudo indica que teremos um favorito em muito pouco tempo. 
Os personagens parecem relativamente rasos inicialmente e vão ganhando vulto com o decorrer do filme. Porém isso é exclusivo dos protagonistas e de um ou outro de relevância um pouco maior. Creio que haveria uma maior carga emocional se tivéssemos ciência de quem eram os demais competidores dos Jogos Vorazes. Quanto mais sabemos sobre um determinado personagem, mais isso nos levará a ter uma maior empatia. 

Ambientação: 

Há um certo clima de campo de concentração - proposital, lógico - que ficou bem estruturado. O tom cinza das imagens contribui para a sensação de abandono das colônias (os chamados 'distritos') sitiadas.
Por não ter lido a trilogia, fiquei inicialmente perdido sem entender o que levou até aquela situação, mas nesse ponto o filme mostra coerência e explica bem o que antecedeu a história. Inclusive, o fato de desconhecer o ocorrido é um dos fatores que valorizaram ainda mais os flashbacks que ocorrem durante toda a produção.
A cidade onde é sediada a competição é muito bonita e tem um ar futurista. Entretanto, a apresentação dos  competidores remonta aos grandes comícios nazistas e também aos palcos onde gladiadores eram mostrados. A multidão não parece se importar com as inevitáveis mortes, pois é um preço a ser pago pelos crimes do passado.


Big Brother:

Os 'Jogos Vorazes' são basicamente um reality show. Inspirados em 'The running man' - essa é minha opinião - e misturando partes que lembram 'Quem quer ganhar 1 milhão', além de visuais bizarros que mais parecem tirados de um clip da Lady Gaga. O intuito é matar 23 participantes e deixar um sobrevivente como prova da caridade humana diante de pessoas que não merecem esse benefício. São 74 anos de mortes sem quaisquer questionamentos.
Para cada dupla há um tutor, alguém que possa dar-lhes instruções suficientes para que sobrevivam. É nesse ponto que aparece Woody Harrelson como o mentor da dupla do distrito 12, em função de sua experiência como ex-competidor.
O 'Bial' dos Jogos é um indivíduo que tem trejeitos de um Silvio Santos com o visual do Drácula de Coppola (o vampiro velho). O uso do humor para mascarar as futuras mortes é um recurso interessante, porém usado de forma bem simplista.


Os protagonistas:

O elenco é basicamente jovem. Nada de mais, principalmente se levarmos em conta o enredo sobre os escolhidos. Entretanto, falta mais dinamismo e emoção às atuações. A atriz Jeniffer Lawrence mostra que tem um talento promissor, mas seu parceiro de Distrito, o ator Josh Hutcherson não convence com sua atuação apática. O desenrolar da história entre os dois jamais parece ser verdadeira, pois há pouca emoção e alguns clichês que enfraquecem a credibilidade da trama.
Outros atores mostram atuações que oscilam entre o razoável e o bom, mesmo com nomes como Woody Harrelson, Donald Sutherland e Stanley Tucci. A verdade é que a história e a direção não exigiram muito dos atores. 
Resta aguardar a continuação e torcer por personagens menos rasos e uma carga dramática maior.

Considerações finais:

Ainda resta esperanças de que tenhamos novas produções baseadas nos dois livros restantes, que compensem esta primeira edição. Não há muito a se fazer em relação ao primeiro filme (que não é péssimo, pois serve muito bem como entretenimento) além de aguardar as correções necessárias para que uma produção com potencial para ser um ótimo filme de ação/drama torne-se um mero produto padrão "Sessão da Tarde". 
A continuação já tem seus pôsteres disponíveis na web e tudo indica que o casal protagonista irá retornar. Caso usem este reencontro nas telas de forma competente, ainda creio que poderemos ver um filme menos 'pipoca' e mais respeitoso em relação à inteligência do espectador. 



sábado, 23 de fevereiro de 2013

Artista mistura cenas de V, de Vingança e recria a máscara de Guy Fawkes com elas.


Texto: Franz Lima.
A arte de Cesar Moreno era desconhecida para mim até o dia em que me deparei com essa imagem. Como ela era bem pequena na primeira vez que a observei, não reparei suas nuances, detalhes que são típicos de um grande fã da obra de Alan Moore e David Lloyd.
Para os que desconhecem a obra, as palavras a seguir contém spoilers.

A imagem tem três detalhes fundamentais da trama:
a) V, em chamas, ganhando a liberdade após fugir do campo de concentração;
b) A torre do Big Ben é explodida, numa clara demonstração de poder e destemor por parte de V;e
c) A rosa é o símbolo que ele usa para indicar a morte. A coleta de uma flor pode determinar o fim da vida de um inimigo.


Para maiores detalhes sobre a obra (em fotos), acesse: Cesar Moreno

Sylverster Stallone e Robert De Niro atuam juntos em Grudge Match.


Com previsão de lançamento para 15 de novembro,  Grudge Match é um filme que conta a história do reencontro de dois grandes lutadores do passado em um revanche histórica. Os boxeadores, Sylvester Stallone e Robert De Niro, são claras referências aos dois lutadores imortalizados nos filmes Rocky e Touro Indomável.
Apesar da idade, Stallone e De Niro mostram que ainda aguentam uma boa luta e que também estão em forma. Confira na foto abaixo.

 Fonte da imagem: Collider


Game of Thrones: pôster da nova temporada.


Com estréia prevista para 31 de março, Game of Thrones já dá indícios de que os dragões estarão mais intimamente ligados à trama, talvez saindo da figuração e assumindo um papel mais importante no jogo dos tronos. Mas ainda há muito a ser desvendado sobre essa história onde política, traição, morte e guerra estão intrinsecamente ligados...
Enquanto isso, fiquem com esse novo pôster que já desperta a curiosidade dos fãs da série.
Fonte da imagem:  Collider

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Dragon Ball Z: Vilões em versões realistas.


 
Não consegui chegar a um consenso sobre os nomes dos autores das ilustrações, mas o fato é que eles mandam muito bem. Cell, Frieza e Majin Boo em versões sinistras, realistas e incríveis.








Calendário 2013 com mulheres de biquíni zumbificadas.


Beleza é algo que continua mesmo quando se é um zumbi. Duvida? Então veja esse magnífico calendário com as mais belas zumbis...
Fonte: Daily Zombies









quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

As 4 estações.


Uma bela foto que mostra as reais diferenças entre as estações. Muito bonita a montagem.



Pôster comemorativo dos 85 anos do Oscar relembra cada um dos vencedores...



O artista Olly Moss desenvolveu um pôster onde todos os ganhadores do Oscar são homenageados através de estatuetas que tem características do filme ganhador do ano. É um grande, difícil e divertido exercício tentar descobrir cada um dos filmes ganhadores, mesmo com o ano indicado abaixo da estátua estilizada. Divirtam-se...

Clique para ampliar







 



quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Os maiores vilões da vida real, retratados como vilões dos quadrinhos.



A vida de cada um deles é um currículo suficientemente bom para que dispensem apresentações. Assassinos em massa, ditadores, mentirosos e sádicos em nível máximo, estes homens foram transpostos para o universo dos quadrinhos na pele dos maiores vilões que conhecemos. Mas, após esse trabalho, resta-nos uma conclusão: o mal da nossa realidade jamais será superado, nem mesmo pelos criativos roteiristas das HQ.
As ilustrações são do desenhista brasileiro Billy Butcher.

Fonte: UFunk












←  Anterior Proxima  → Página inicial