{lang: 'en-US'}

terça-feira, 30 de abril de 2013

Jim Carrey emprega seu humor afiado em uma nova arte: a escrita. Saibam mais...


Texto: Franz Lima.
Mesmo parecendo uma notícia improvável, 'How Roland Rolls' é uma realidade. O livro infantil do consagrado ator Jim Carrey terá temas verdadeiros e pertinentes, mas com uma abordagem mais engraçada. Pouco importando quais sejam os motivos que o levaram a essa nova vertente, Carrey é garantia de humor e inteligência. Mesmo com uma temática infantil, creio que o resultado será interessante não só para crianças como também para jovens e adultos. 


Luis Eduardo Matta e sua nova obra: A outra face do desejo. Compareçam ao lançamento desse ótimo livro...




Nesta terça-feira próxima, o autor Luis Eduardo Matta irá lançar seu mais recente thriller,  o livro A Outra Face do Desejoem uma noite de autógrafos, na Livraria da Travessa, às 19h, situada na rua Visconde de Pirajá, 572 - Ipanema - Rio de Janeiro.
O livro recebe o selo da Primavera Editorial. 
Neste post, vocês terão maiores informações sobre o autor, sinopse do livro e em quais lugares poderá adquirir a obra. 
Fonte das informações: Site do Autor


segunda-feira, 29 de abril de 2013

Lançamentos da Cia das Letras. Semana 151.


Memória da pedra, de Mauricio Lyrio
Desde a juventude, Eduardo investiga a fenda que partiu sua vida ao meio” — um acidente no Rio de Janeiro, no fim dos anos 1960, que envolveu seus pais. Suicídio ou fatalidade? A resposta pode estar nos conhecimentos de um médico, ou nas lembranças escondidas da família numa casa em Teresópolis. Ou talvez o caminho seja outro, o da redenção, na possibilidade de reconstituir uma vida fraturada — o amor por Laura, a relação paternal com o menino Romário, o fascínio pela personalidade de Marina, uma mulher no limite. Tudo o que for preciso — e possível — para deixar de ouvir apenas “a mudez na face escura da montanha”. (Leia o post de Luiz Schwarcz sobre o livro)


Tróia, o filme. Review da obra.


Por: Franz Lima.

Por mais difícil que seja, caso ainda não tenha visto esse filme ou lido o livro, tenha atenção, pois esta resenha CONTÉM SPOILERS.

Baseado no épico "Ilíada", de Homero, Tróia é um filme com altíssimo orçamento (200 milhões de dólares), visual incrível, uso de computação gráfica com o máximo de recursos da época, mas que peca ao tentar expor um lado romântico em uma história que tem por base a vingança e o ódio entre dois povos, além do uso de um sequestro como fator gerador do conflito.
Páris e Helena
Páris, filho do rei de Tróia sequestra a bela Helena, esposa do rei Menelau, um espartano que nutre ódio pela inacessível cidade dos troianos. Com essa atitude impensada, seguida pela fuga rumo ao reino do príncipe Páris, um exército arrebatador é convocado para invadir a cidade e resgatar Helena. Contudo, por trás de um ato voltado para a retomada da honra, Menelau busca, realmente, é conquistar a cidade e ganhar maior vulto como comandante e guerreiro. Desta forma, junto a seu irmão Agamenon, Aquiles e Odisseu, o rei espartano reúne uma frota de mais de mil navios e parte para sua empreitada de conquista.


domingo, 28 de abril de 2013

Enigma, o segredo de Hitler. Resenha do livro de Fred W. Winterbotham.


Por: Franz Lima
 
Da autoria de Fred W. Winterbotham (Frederick William Winterbotham), Enigma - o segredo de Hitler (Bibliex, 1978 - 219 páginas) - vem mostrar como, durante a Segunda Guerra Mundial, um sistema criptográfico usados pelos nazistas e, por vezes, pelos japoneses, até então considerado indecifrável, foi "decodificado".


quarta-feira, 24 de abril de 2013

Resident Evil: Retribuição. Resenhas do filme e do livro.



Há momentos em que preciso agradecer por não ter grana suficiente para ver todos os lançamentos de cinema. O motivo para fazer essa declaração é simples: eu não teria lido o livro com a novelização de Resident Evil: Retribuição, caso tivesse visto o filme primeiro. Logo...
Vou começar a analisar a obra literária e intercalar com o filme. Isso irá alertá-los sobre os pontos positivos e negativos de cada obra.


terça-feira, 23 de abril de 2013

Vilões do Arkham são retratados como gângsters do século XX


 
Oswald Cobblepot - Penguin
O artista gráfico Jason Mark reinventou alguns dos mais populares vilões do universo do Batman com visuais típicos dos gângsters do século passado. Estes trabalhos estão reunidos em uma série chamada Usual Suspects. O realismo e os detalhes tornam cada ilustração uma verdadeira obra de arte.



Venom: versão feminina em cosplay mostra que beleza e medo podem andar lado a lado.


Fonte: Screencrush


Esse ensaio fotográfico feito por Freddie Nova mostra com clareza os resultados da fusão de uma bela mulher com um vilão clássico da Marvel. As imagens mostram o passo-a-passo da transformação da modelo no monstro com sede de sangue. Resultado final excepcional. Confiram!
P.S.: muito bacana a performance da modelo que mostrou ter uma expressividade bem convincente para o papel da mulher que é dominada por um simbionte.



segunda-feira, 22 de abril de 2013

Halle Berry mostra seu visual em X-Men: Dias de um futuro esquecido.


Confirmada para participar de X-Men - Dias de um Futuro Esquecido, Halle Berry retorna como a mutante Tempestade (Ororo Monroe), uma manipuladora do clima. A imagem foi divulgada por Bryan Singer através de seu perfil no twitter.
O filme irá mostrar uma realidade alternativa onde os mutantes são perseguidos, mortos ou capturados após uma decisão que considerou-os perigosos demais. A trama prevê a aparição dos temidos Sentinelas e de versões bem diferentes dos mutantes daquelas a que estamos acostumados.  
O filme tem estreia prevista apenas para 18 de julho de 2014.

300: Rise of an Empire. Primeiro pôster já está no Apogeu.


Zack Snyder publicou em seu twitter esse espetacular pôster de sua próxima obra: 300 - Rise of an Empire, a aguardada 'continuação' de 300. Essa nova produção tem estreia prevista para 02 de agosto e esse pôster leva a crer que teremos um filme bem similar em termos de linguagem e visual ao seu antecessor.

Preciosa - Uma história de esperança - Resenha do filme.



Quais os limites para algo já considerado abominável? Preconceito, racismo, violência... o que nós sabemos sobre tais agressões?
Pensando - e muito - sobre isso, o diretor Lee Daniels criou uma obra ímpar sobre a vida na auge da miséria. Mas não se trata apenas de miséria financeira. Em 'Precisosa', a miséria tem muitas faces, todas intrínsecamente ligadas. 


sexta-feira, 19 de abril de 2013

Box comemora os 20 anos da obra de Tarantino: cadê a edição nacional?



O artista Ken Taylor, consagrado através da Mondo, publica com certa constância pôsteres e ilustrações referentes a filmes e séries. Seu talento é reconhecido e está presente no site Collider. Mas o que surpreendeu até mesmo o pessoal da Collider é a presença da arte de Ken em um box especial comemorativo dos 20 anos de Tarantino no cinema. O box é essencialmente a compilação dos filmes já produzidos por Quentin, customizado com ilustrações de Taylor, e em formato Blu-ray. As imagens abaixo já dão uma clara noção da beleza dessa coletânea e do próprio talento do ilustrador. Indispensável para o fã que realmente admira a arte de Tarantino. 
Entretanto, o que lamento é a inexistência de um box idêntico voltado para o público brasileiro. Até quando teremos que importar ou aguardar anos pela chegada desse tipo de material?
O consumidor brasileiro, seja de cinema, música, literatura, brinquedos ou quadrinhos merece uma consideração maior. 
Franz Lima.


Agora, o box completo. Distribuidoras, tragam esse produto para nós. Há compradores...



Artista japonês mostra versão feminina dos Vingadores. Cool!!!




O nome do artista não é conhecido, mas sua arte com visual de mangá trouxe nova vida aos personagens do supergrupo da Marvel, os Vingadores. Duvida? Então confira...
Thor, Hulk, Captain America and Iron... Lady?


Cinema, música e ilustração através da arte de Ken Taylor. Detalhamento absurdo...



Para os que ainda não conhecem os trabalhos de Ken Taylor, talvez seja melhor buscar antes na mente se realmente não viu nada de suas obras. Famoso por ilustrar capas de discos e por reformular pôsteres e cartazes de filmes, Ken obteve destaque e sucesso no mercado de ilustradores por mostrar um detalhismo pouco comum e traços realmente marcantes. Usando um traço característico e cores sempre muito bem empregadas, inclusive em trabalhos onde o cinza e o preto predominam, sua arte já percorre o mundo. Outro destaque em sua carreira está em cartazes para shows de músicos e bandas consagrados como Bob Dylan, Metallica, Rage Against The Machine e outros.
Mas o meio mais rápido para que compreendam o quanto é boa a arte desse ilustrador é mostrá-la...












quinta-feira, 18 de abril de 2013

Fabio Baroli: nudez e transgressão em telas polêmicas.


Aviso aos mais puritanos: algumas das imagens podem ser interpretadas como puramente pornográficas ou de mau gosto, fato que não cabe discussão (cada um terá uma interpretação), mas também não caberá censura. Caso não gostem de qualquer material relacionado a sexualidade e nudez, não avance neste post.
Fábio Baroli, brasileiro, nasceu em Uberaba, Minas Gerais em 1981. Vive e trabalha no Rio de Janeiro. Graduou-se em bacharelado pelo Instituto de Artes da Universidade de Brasília - UnB. Desenvolveu monografia sobre os conceitos da apropriação e do erotismo em sua obra.

Ao longo de sua carreira participou de várias exposições individuais e coletivas, recebeu prêmios em salões e concursos de arte, e teve a obra publicada em catálogos e revistas como a Poets and Artists (Poets and Artists - Self Portrait Issue, Estados Unidos, v. 2, n. 6, p. 70, set. 2009).

Algumas de suas obras, como verão, mostram cenas de nudez explícita e com um toque pornográfico. Transgredir é um direito da arte. Transgredir também pode levar ao pensamento crítico. Concorda? 


Uma prova de que seu trabalho não se resume ao erotismo



A curiosidade pela sexualidade começa muito cedo

A exposição dos corpos nus e de situações cotidianas onde as pessoas ficam mais à vontade ainda causa constragimento. Muitos deixam de buscar uma maior compreensão da própria sexualidade em prol de um puritanismo exagerado, o que inclui descartar e desprezar como arte as obras no padrão daquelas que Fábio apresenta. Creio que muitos temem expor seus lados mais secretos quando se veem diante de algo tão direto quanto as pinturas do artista.


Fábio Baroli
fabiobaroli@gmail.com

Fábio Baroli é representado por
GALERIA LAURA MARSIAJ
http://www.lauramarsiaj.com.br/

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Vingadores vs X-Men (Avengers vs X-Men #0). Resenha da edição número 0.




Por: Filipe Gomes Sena.           

             Quem acompanha, mesmo que de longe, o Universo Marvel sabe que os X-Men sempre estiveram um pouco a margem das últimas grandes sagas da Casa das Ideias. Não por serem tratados como um grupo de 2º escalão, mas sim por que os alunos de Xavier sempre estiveram ocupados demais com seus próprios com problemas pra se preocuparem com as confusões dos outros. A maior prova disso foi a participação quase inexistente dos X-Men em eventos como a Guerra Civil. Enquanto a Marvel vivia metendo seus heróis em grandes sagas, os X-Men viviam eventos tão importantes quanto dentro de seu próprio universo. Mas no ano passado tudo isso mudou.


            A grande saga da Marvel em 2012 foi justamente um crossover entre os seus dois maiores grupos de superseres. Um evento que marcou não só a cronologia dos dois grupos, mas também colocou uma vez mais os holofotes nos X-Men. Ano passado a Marvel publicou Avengers vs. X-Men. Quando eu soube o que ia acontecer eu fiquei tão animado que pude ouvir os gritos das criancinhas comemorando. Principalmente por que a equipe criativa que estaria a frente do projeto não poderia ser melhor, mas isso é assunto pra outro post, pois minha tarefa agora é falar da edição #0 lançada no Brasil em março de 2013.
          Os eventos de Vingadores vs. X-Men estão fundamentados principalmente em duas sagas dos X-Men: Dinastia M e Complexo de Messias. Apesar de não ter lido nenhuma das duas eu sei que em Dinastia M a Feiticeira Escarlate pirou absurdamente e quase levou o Homo Superior à extinção. Depois disso não nasceram outros mutantes, pelo menos nenhum antes de Esperança Summers que, contrariando as probabilidades, veio ao mundo com poderes mutantes absurdos e a partir daí foi considerada a Messias Mutante, essa parte da história foi contada na saga Complexo de Messias.

            A edição #0 serve justamente pra ambientar o leitor com tudo isso, com pouquíssima profundidade, mas o suficiente pra não deixar o leitor totalmente perdido. A edição de 132 páginas traz o arco X-Sanction, que mostra Cable lutando sozinho contra os Vingadores pra impedir que o mundo vá pro espaço por causa da morte de Esperança. Coisa que ele viu quando viajou no tempo pra um futuro distante. Essa história trabalha bem a importância que Esperança tem pra raça mutante de maneira geral e o que ela significa. Ao fim do arco é feita a grande revelação que todo mundo que já leu a sinopse dessa saga já sabia: Esperança é a nova hospedeira da Fênix. A entidade cósmica absurdamente poderosa que possuiu e enlouqueceu Jean Grey e quase manda todo mundo pra um lugar melhor.
            Além desse arco nessa edição, foi publicada Avengers vs. X-Men #0, história dividida em duas partes, que foca as personagens que eu imagino que serão os pilares dessa saga: a Feiticeira Escarlate e Esperança. Na edição zero o leitor é apresentado à realidade atual das duas. A Feiticeira tentando voltar às atividades normais depois do ocorrido em Dinastia M e Esperança, que não anda encarando tão bem a responsabilidade de salvar os mutantes que depositaram nela.

            Por fim, eu gostaria de finalizar dizendo que as minhas expectativa estão relativamente altas e que espero ansiosamente pela publicação da série. Ao longo de cinco ou seis meses vamos poder acompanhar um embate sem precedentes, orquestrado por uma equipe criativa de peso que foi muito elogiado por ocasião da publicação nos Estados Unidos. Mas mesmo assim eu ainda fico com um pé atrás quando falam de eventos que vão mudar para sempre o universo X ou Y. Mas ao contrario do que se viu recentemente na DC, essa não vai ser uma saga que nasceu pequena e ganhou uma importância para qual não estava preparadas. Vingadores vs. X-Men foi pensada desde o inicio pra ser algo grande, importante e, de certa forma, definitivo. Mas se tudo que eu espero que aconteça vai acontecer ou não veremos nos próximos meses. E quando tudo terminar eu volto a falar disso, mas da próxima vez fazendo uma análise completa da saga que vai sacudir o Universo Marvel esse ano.




terça-feira, 16 de abril de 2013

Quadro ou cadeira? Arte japonesa une o útil ao agradável.



Fonte: Yoy-Idea

Que tal unir a beleza de um quadro com a praticidade de uma cadeira ou sofá? Impossível? Pensando nessa possibilidade, um designer teve a brilhante ideia de produzir quadros com materiais feitos de madeira e de alumínio, cobertos  por um tecido elástico impresso com textura de uma tela e um desenho de cadeira, resultando em uma pintura que pode se tornar o que está retratado. 
Para usá-la, basta incliná-la de encontro a uma parede e usufruir de sua poltrona.  Existem três tipos de tamanho...



















←  Anterior Proxima  → Página inicial