{lang: 'en-US'}

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Humor: a trágica morte de Julio César se transforma em utensílio do lar.


Honestamente, ninguém pode reclamar da praticidade e da criatividade. Ave, César! Imperius Rex.

Vendas de ebooks devem ultrapassar as de livros impressos em três anos


Fonte: Livros e Pessoas. Comentários: Franz Lima.
Pessoas que acreditam que livro impresso é melhor, e elas tem um tanto de razão, ao menos no Brasil: em determinados lugares, ainda existe o medo de que alguém vá querer lhe roubar ao confundir um simples leitor de ebooks com um tablet, e coisas do tipo. Mas ainda assim, é cada vez maior o número de pessoas a terem um Kindle.
O fato é que dentro de poucos anos, até as editoras tenham que apostar com muito mais força nos ebooks. Uma projeção da PricewaterhouseCoopers estima que em 2018, o lucro das editoras com livros digitais já chegará a ser maior do que o valor arrecadado com a venda de livros impressos.
A revolução que a música já sofreu, e que os filmes estão precisando lidar com, chegará em breve à literatura.
Livro físico vai se tornar item de colecionador, mas a literatura, o que é realmente importante dentro de um livro, vai se tornando cada vez mais acessível.
Franz diz: as mídias digitais, em especial os e-books, são uma realidade. As vendas de CD, DVD e Blu-ray tiveram perdas sensíveis. Entretanto, um fato que deve ser observado é a nova estratégia de atração de público por parte dos editores, produtoras e gravadoras. As vendas de livros e de mídias digitais convencionais ganharam fôlego com recursos antes utilizados, tais como: extras em DVD e Blu-ray, capas atraentes e diagramação especial em livros, acessórios (ou brindes) e um acabamento especial. Resumindo, mesmo com os filmes em mkv ou outro formato compactado, mesmo com os e-books e e-readers, creio que sempre haverá espaço na estante de colecionadores ou leitores mais exigentes de livros com acabamento impecável e visual atraente.
Para reforçar o que digo, basta contemplar o sucesso da editora Darkside que segue à risca a receita de livro bonito + encadernação luxuosa + preço acessível para manter as vendas em alta.
O e-book é uma realidade que não pode ser descartada, porém é possível o convívio entre o clássico e o moderno. Adicionemos a tudo que foi dito um ponto importante: os e-books no Brasil ainda estão com preço muito elevado, o que dificulta o acesso do leitor e facilita a divulgação das versões digitais piratas.
Curta a fanpage do Apogeu: 


terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Review de Presa na escuridão, filme estrelado por Michael Keaton




Atenção: Spoilers!!!

O filme retrata a história de uma fotógrafa de guerra que perdeu a visão em consequência de um atentado terrorista no Afeganistão. Três anos se passaram e ela está tentando retomar a vida ao lado do namorado, mas algo traz um assassino a seu apartamento. A partir daí, a vida de Sara vira um inferno. 

Com o decorrer da trama, verdades sobre o namorado dela são reveladas por um ex-amigo dele. As ações de Ryan - que foi assassinado - foram a força motriz para o caos na vida de Sara. 


Encurralada

Grande parte do filme se passa no apartamento de Sara (interpretada pela atriz Michelle Monaghan). O ambiente é seu porto seguro, pois a cegueira a impede de ter uma vida normal. A verdade é que ela se esforça muito para não ser dependente, porém as limitações impostas pela falta de visão não podem ser desconsideradas. Mas, ainda que limitada, a personagem mostra grande desenvoltura ao andar pelas ruas e, principalmente, por seu próprio apartamento.
Esta desenvoltura é do conhecimento dos invasores. E é lá que eles iniciam a busca por uma fortuna da qual a jovem não tem conhecimento. É lá que o passado de seu namorada é desvendado. É nesse apartamento que Sara é encurralada covardemente.


Pontos fortes da trama


O filme foi dirigido por Joseph Ruben, o mesmo de Dormindo com o inimigo (estrelado por Julia Roberts). A narrativa busca trazer tensão ao espectador constantemente, seja através da cegueira de Sara, da presença do corpo de seu namorado ou, ainda, através da maldade explícita do personagem de Michael Keaton (Hollander). Verdade seja dita, a interpretação de Keaton convence, ainda que não tenha o apelo de um Major Rocha (de Tropa de Elite 2).
Michelle também se mostrou dedicada a seu papel e deu credibilidade à cega. 

Pontos fracos da trama

A participação da irmã de Sara é irrisória, dispensável. Não vi motivos para sua presença, mesmo no início da trama. A participação teria tido alguma valia caso a irmã cega tivesse obtido êxito ao enviar um e-mail avisando sobre a invasão. 
Ryan, o namorado assassinado, foi o coadjuvante que mais passou tempo em cena em silêncio - afinal, estava morto. Sua presença é mais verbal (através de citações de Hollander e Chad, os invasores).
O trauma de guerra e a perda de visão por causa de uma mulher-bomba, ainda que no Afeganistão, poderiam ser descartados, uma vez que o atentado deu ares preconceituosos e estereotipados a essa parte da produção.
Outro ponto que poderia ganhar maior abordagem foi a "prisão" de Sara. Embora presa com dois assassinos, ela teve momentos em que parecia dominar o ambiente, ainda que sem visão, mais do que os ladrões. 
A conclusão do filme mostrou uma mulher que teve sua vingança, mas não da forma que um espectador mais inteligente gostaria. Dificilmente uma mulher teria obtido o resultado que ela conseguiu, principalmente diante de predadores inteligentes como Chad e Hollander. 
Mas o ponto crucial está na morte de Hollander que havia jogado o gato de estimação da personagem de Michelle. Quando o diretor mostra o corpo deformado de Michael Keaton, um gato preto (presumivelmente o da própria Sara) anda sobre o cadáver. Alguém acredita que um gato possa sobreviver intacto a uma queda de 14 andares?

Nota final

O filme vale como entretenimento e é bem melhor que muitos outros que se propuseram a fazer algo similar. Entretanto, a limitação física, o elenco escasso e os excessos da trama fizeram com que a credibilidade fosse afetada. 
De qualquer forma, para quem queira, o filme está disponível na íntegra no Youtube.

Ficha Técnica

Diretor: Joseph Ruben

Elenco

Michelle Monaghan - Sara
Michael Keaton - Hollander
Barry Sloane - Chad
Andrew W. Walker - Ryan
Kaniehtiio Horn - Blake
Phillip Jarret - Antonio

Ano de produção: 2014
Título original: Penthouse North
IMDb: 5,5





domingo, 28 de dezembro de 2014

Miracleman e Shazam estão entre os presentes de fim de ano da Panini.



Miracleman 1

Corrigindo uma lacuna gigantesca na história dos quadrinhos no Brasil, chega às bancas este mês Miracleman 1! Criado pelo desenhista Mick Anglo e pelo editor Len Miller em 1954, o personagem foi publicado com sucesso até 1963, ficando esquecido por quase vinte anos até ser relançado em 1982 como carro-chefe da revista Warrior. Com uma abordagem completamente inédita, a série revolucionou o próprio conceito de super-herói, desbravando a trilha que daria à luz os inúmeros clássicos que a sucederam ao longo da década de 1980.
Há, contudo, um motivo a mais para que esta edição seja considerada histórica: Miracleman é o maior clássico que os leitores brasileiros jamais leram. Com exceção das primeiras aventuras do personagem — lançadas aqui entre 1989 e 1990 pela extinta Editora Tannos — a série é completamente inédita para a esmagadora maioria dos fãs de quadrinhos que não tem acesso às revistas importadas. Sendo assim, considere-se um privilegiado. Você tem agora a oportunidade de conhecer a obra que deu origem aos quadrinhos de super-heróis como os conhecemos hoje!
Originalmente publicado em:
Miracleman 1; 25; 32
Warrior 1-2
Detalhes da edição:
  • Publicação Mensal
  • 17 x 26 cm
  • 68 páginas — Papel LWC
  • Capa Cartão — Lombada Grampo
  • Distribuição Nacional — Preço: R$ 8.20
Divulgado no
Boletim 102
DC Comics

Shazam & A Sociedade dos Monstros

De Jeff Smith, roteirista e artista do épico e premiado Bone, este encadernado apresenta uma genial reimaginação – repleta de ação, humor e desenhos espetaculares – de um dos heróis mais consagrados da história dos quadrinhos! Quando o jovem órfão Billy Batson seguiu um misterioso estranho até o metrô, nunca imaginou que poderia adentrar um estranho mundo repleto de tigres falantes, monstros devoradores de crianças, robôs gigantes, intriga política e misteriosos vilões. Mas é exatamente isso (e muito mais!) que Billy encontrará quando um poderoso mago der a ele uma palavra mágica… uma palavra que o transformará no Mortal Mais Poderoso do Mundo! Porém, mesmo com superpoderes, o garoto terá que lutar muito para achar seu caminho no cruel mundo adulto. Poderá Billy encontrar sua irmã há muito perdida e frustrar os planos malignos do Dr. Silvana? Terá ele alguma esperança de derrotar o Senhor Cérebro e sua Sociedade dos Monstros? Descubra tudo isso e muito mais nessa fabulosa história, que deixou críticos do mundo inteiro aplaudindo de pé!
Detalhes da edição:
  • Publicação Especial
  • 17 x 26 cm
  • 216 páginas — Papel Couché
  • Capa Dura — Lombada Quadrada
  • Distribuição Setorizada — Preço: R$ 27.90
Divulgado no
Boletim 102
Planet Mangá

Berserk Luxo 3

A batalha contra o Conde continua e se encaminha para um final inesperado. O despertar do Behelit acarreta a aparição dos God Hand, e entre eles está Griffith, que invoca a ira de Guts por lembranças de seu passado! Qual será a relação entre eles?
Originalmente publicado em:
Berserk Luxo 3
Detalhes da edição:
  • Publicação Bimestral
  • 13.7 x 20 cm
  • 240 páginas — Papel Pisa Brite
  • Capa Cartão — Lombada Quadrada
  • Distribuição Setorizada — Preço: R$ 16.90
Divulgado no
Boletim 102
DC Comics

Lendas do Cavaleiro das Trevas: Alan Davis vol. 1

Esse volume apresenta a visão do consagrado artista inglês Alan Davis para a Dupla Dinâmica, mostrando o duo mais conhecido dos quadrinhos combatendo vilões clássicos como a Mulher-Gato, o Coringa e o Espantalho. Também nessa edição, o excepcional encontro do Homem-Morcego com Sherlock Holmes, o mais famoso detetive da história! Escritas pelo veterano roteirista Mike W. Barr, esses contos vão levar os leitores a uma era clássica do mais famoso herói urbano da DC Comics.
Originalmente publicado em:
Detective Comics 569-572
Detalhes da edição:
  • Publicação Especial
  • 17 x 26 cm
  • 132 páginas — Papel Offset
  • Capa Cartão — Lombada Quadrada
  • Distribuição Nacional — Preço: R$ 19.90
Divulgado no
Boletim 102
Planet Mangá

One Piece 35

Uma nova ameaça e uma grande conspiração começam a rondar os mares de Water Seven. Porém, o Bando do Chapéu de Palha está mais preocupado com a atual situação do Going Merry, e uma discussão fervorosa entre Luffy e Usopp gera um clima de tensão e dúvidas sobre o futuro do grupo.
Originalmente publicado em:
One Piece 35
Detalhes da edição:
  • Publicação Mensal
  • 13.7 x 20 cm
  • 192 páginas — Papel Pisa Brite
  • Capa Cartão — Lombada Quadrada
  • Distribuição Setorizada — Preço: R$ 11.50
Divulgado no
Boletim 102
DC Comics

Batman: A Corte das Corujas

Batman já ouviu falar sobre o conto da Corte das Corujas. Há séculos reunindo-se nas sombras e usando a ave de rapina noturna como seu cartão de visita, é dito que os membros dessa temível e poderosa cabala são os verdadeiros donos de Gotham City. Mas o Cavaleiro das Trevas nunca acreditou em tais lendas. Para o herói, Gotham é sua cidade. Até agora. Um assassino brutal, munido de afiadas lâminas-garra, vem vitimando algumas das maiores (e algumas das mais perigosas) personalidade de Gotham. Se a antiga lenda for verdadeira, os mestres desse guerreiro das sombras podem se provar predadores mais poderosos que o Batman jamais imaginou – e seus ninhos estão em todos os lugares… A elogiada equipe criativa formada por Scott Snyder (Vampiro Americano) e Greg Capullo (Spawn) orgulhosamente apresenta Batman: A Corte das Corujas, iniciando a saga do Homem-Morcego nos Novos 52 com um conto de mistério e terror!
Originalmente publicado em:
Batman 1-7
Detalhes da edição:
  • Publicação Especial
  • 17 x 26 cm
  • 180 páginas — Papel Couché
  • Capa Dura — Lombada Quadrada
  • Distribuição Livrarias e Comic Shops — Preço: R$ 27.90
Divulgado no
Boletim 102
Planet Mangá

One Piece 53

Após desafiarem os Nobres Mundias, o bando tem de enfrentar o almirante Kizaru, Sentoumaru e mais de um Bartholomew Kuma, enviados pela Marinha. No entanto, as coisas vão de mal a pior e, um a um, Luffy vê seus companheiros sumirem diante de seus olhos! Para piorar, ele é mandado para uma misteriosa ilha onde aparentemente só tem mulheres!
Originalmente publicado em:
One Piece 53
Detalhes da edição:
  • Publicação Mensal
  • 13.7 x 20 cm
  • 208 páginas — Papel Pisa Brite
  • Capa Cartão — Lombada Quadrada
  • Distribuição Setorizada — Preço: R$ 11.50
Curta a fanpage do Apogeu: 
Divulgado no
Boletim 102

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Filha de Mário Lago se diz 'enojada' com troféu dado a Bonner no Faustão



Para ler a matéria que gerou este post: O Dia. Texto: Franz Lima.

William Bonner recebeu no programa do Faustão o prêmio Mario Lago como destaque por seu trabalho no Jornal Nacional, onde atua como editor geral.
A filha de Mario Lago, Graça Lago, manifestou-se nas redes sociais e demonstrou indignação diante da premiação. Graça declarou-se enojada e afirmou que seus pais estariam revoltados no 'infinito'. 
Por trás desta notícia, podemos concluir que a revolta da filha de Mario Lago tem como base suas ideologias, mas, principalmente, uma visão clara do verdadeiro papel do programa dominical: alavancar e promover artistas e profissionais da própria Rede Globo. 
Não costumo atacar ou criticar emissoras ou programas específicos, porém até um cego consegue visualizar a forma com que o apresentador e a direção do Domingão o conduzem. Marketing a todo momento, intervalos comerciais em excesso, promoção das "pratas da casa", divulgação de novelas e vendas de produtos. Somemos a isso o fato de que Fausto Silva é um indivíduo sem opinião, visto que todos são, para ele, o melhor ou a melhor, seja no teatro, cinema, literatura ou outra área onde a pessoa atue. 
Bonner é um bom apresentador. Mas é notório que ele está 'atrelado' à Globo. Lógico que isso não me surpreende, pois ele vive disso. Como um bom empregado, ele demonstra fidelidade aos empregadores, algo que valorizo. Ideologias à parte, Graça Lago mostrou sua revolta pelo uso do nome do pai e, talvez, por ter um certo desprezo à figura de Bonner. Nada pessoal, creio. Graça gostaria de ver o nome de seu pai, um dos mais respeitados atores de sua geração, atrelado à arte ou ao mérito, não a um repórter de bastidores.
Verdade seja dita: muitos repórteres, incluindo de outras emissoras, são mais merecedores do prêmio. Mas a Globo precisa exaltar suas próprias 'crias'. 


segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Cursos internacionais gratuitos e online. Oportunidade imperdível!!!


Vários cursos online internacionais estão disponíveis para nós através do site www.coursera.org. A iniciativa visa aprimorar os atributos profissionais com certificação, agregando conhecimento e valores aos estudantes e trabalhadores de diversas áreas.
Entre as opções ao estudantes estão: Cálculo, informática aplicada à saúde, estratégia de competitividade avançada, modelos de pensamento, o cérebro e o espaço, empreendedorismo, princípios de microeconomia, sustentabilidade, compositor de canções, design, psicologia social, entre outros tantos. Os cursos estão disponíveis em diversas línguas, incluindo o português com 33 opções atualmente.



quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Crônica e conto: Inviolável.



Por: Franz Lima.

Escorrego em meu próprio sangue. A voz é quase inaudível, fruto da dor e do medo. Em um canto, ele me contempla quase com pena, assim como faria um dono diante de seu cão que fez uma bagunça. Mas também há raiva em seus olhos, pois a distância entre a dó e a penalização é muito curta. Mesmo machucada, procuro nos recantos mais íntimos da minha mente um motivo para que ele ter feito isso. Será que inconscientemente eu provoquei essa agressão? Será que realmente minhas roupas são indecentes? Eu olhei mesmo com volúpia para seu amigo? Talvez... não sei dizer. 
Passo a noite encostada no canto da parede. O frio do ar parece estar todo concentrado onde estou sentada. Os lábios e os olhos doem com uma intensidade maior que os demais lugares onde ele me atingiu. Ficamos próximos um do outro durante toda a madrugada. Eu, tomada pelo medo e as dúvidas. Ele, pelo ódio. Mas o tempo cura tudo.
A manhã chegou. Ele já está se arrumando para trabalhar. Devo ter cochilado. Ainda não tenho coragem para me levantar.Ouço o som do liquidificador e sinto o cheiro de torradas. A fome me atinge quase com tanta força quanto os socos que recebi na noite anterior. Será que ele está mais calmo? Tento levantar, mas as dores me forçam a ficar no chão. 
Ouço passos rápidos. Ele se aproxima e fica com o rosto próximo ao meu. Sinto sua respiração próxima a mim e me encolho.
- Olha pra mim. - ele determina. - Olha e ouça o que vai fazer. Eu vou para o trabalho e quero que você ligue para o seu. Diga que caiu e está em repouso. Não foi nada grave, certo?
- Eu falo, pode deixar. - respondo, temendo que ele me bata de novo.
Meu rosto é pressionado por sua mão. Sinto o tremor dos dedos, enquanto ele me força a olhar direto para seus olhos.
- Se uma única palavra do que aconteceu ontem for dita... uma só! Eu prometo que vou te mostrar um novo tipo de dor. E tem mais. Ou você muda seu jeito de puta e vira uma mulher decente ou eu vou livrar o mundo de tralhas do seu tipo. Entendeu?
- Claro, mas...
O tapa me atinge com muita força. A boca é cortada quando os dentes se fecham sobre a parte interna. Dói demais.
Ele se levanta. De baixo, eu o vejo como um gigante. A tensão fica ar e, novamente, me encolho. Não quero apanhar de novo, meu Deus.
- Bem, estamos conversados. Se alguém souber disso, vou deixar claro, você vai pagar pela ousadia. Entendeu?
Minha resposta se resume a um leve balançar de cabeça. Não tenho coragem de falar. 
Meu marido se vira e sai de casa. Ouço o som do carro sendo ligado e só me acalmo alguns minutos depois de sua partida. A casa está silenciosa e ainda há no ar o cheiro da vitamina e das torradas. Eu deito no chão e choro.

Não sei quanto tempo se passou. Lentamente, me levanto. As dores persistem e quase caio quando as pernas fraquejam. Na verdade, o que mais dói é a vergonha. Vergonha da minha covardia e das dúvidas que me atingiram. Mas deve haver uma solução. Não sei o que transformou aquele homem tão bom em um monstro, mas não vou desistir tão fácil. Eu quero minha vida de volta. Deve haver um jeito de trazê-lo à sanidade. Ele só está doente, reflito.
O resto do dia transcorre entre ligações, limpeza da casa (o sangue é difícil de remover, principalmente na parede) e curativos. Tomei analgésicos para suportar as dores que, como previ, só iriam amenizar. Fiz tudo que ele pediu. Hoje a noite deve ser diferente. Não há motivos para eu apanhar. 
Preparei um jantar bom. Bifes, arroz à grega, feijão fresquinho. Também fiz um suco de abacaxi com hortelã, do jeito que ele gosta. Não há porquê dar algo errado, penso.

A noite chega e, com ela, ele. A porta do carro é batida com força. A porta da sala é aberta com brutalidade. Nem o cheiro da comida fresca ou a casa arrumada parecem agradá-lo. 
Ele passa direto por mim e vai para o banho. Ouço-o socar as paredes enquanto se banha. "Deus, não permita que aconteça de novo" - imploro em minha prece silenciosa. 
Ele sai e descubro que nem sempre as preces são ouvidas e atendidas.
O ritual se repete. Ele me bate devagar, mas constantemente. Cada tapa mina minhas forças, minha moral e meu orgulho. Cada gota de sangue que cai no chão ou respinga nos móveis e paredes é motivo de vergonha. Eu peço, imploro, choro e me humilho para que aquilo cesse. Nada adianta. O final é ainda mais vergonhoso, pois sou forçada a transar, enquanto ele dá socos por todo meu corpo. Cada novo hematoma parece lhe dar prazer, aumentar o tesão. O estupro cessa. A humilhação não. Ele ri e urina em mim, enquanto dá desculpas para fazer tamanha barbaridade. Em meu íntimo, dou graças a Deus por não termos filhos. O único choro que ouço é o meu. 
A noite transcorre entre socos, chutes e palavras baixas, mas marcantes. Minhas origens são questionadas, minha moral é posta no lixo, meu futuro é prometido à morte. Ele insiste em dizer que sou culpada. Mas culpada de que? O que fiz para merecer isso?
No mesmo canto da noite anterior, agora já sujo pelo sangue, urina e lágrimas, adormeço. O mesmo frio me atinge. A mesma humilhação me toma. Entretanto, esta é uma noite diferente. Eu sonho...

- Filha?
Abro os olhos e vejo minha mãe. Impossível, pois ela morreu há quase quinze anos. Só que lá está ela. Suas mãos estão esticadas e eu as pego. Ela me ajuda a levantar. Ela me ajuda a limpar o corpo, a recuperar um pouco da dignidade. Seco as lágrimas em seu ombro.
- Mãe, eu juro que não fiz nada...
- Calma, eu sei. 
- Será que ele vai parar? Eu não quero morrer. Não quero que ele continue. Porém também não quero perder a pessoa por quem me apaixonei.
- Filha - ela sussurra em meu ouvido - você o perdeu desde o primeiro momento em que ele a bateu. O amor morreu quando o respeito acabou. Entende?
Minha mãe me leva até o sofá e ouço o som do ronco dele. Ele dorme profundamente, indiferente ao que fez. Há uma garrafa de bebida no chão, vazia. Acho que ele não acordará tão cedo.
Silenciosamente, ela olha para dois objetos. Um é o telefone. O outro, uma longa e afiada lâmina. Ela não sorri. Ela não diz nada. Ela apenas olha em meus olhos e compreendo que esta será a última noite de loucura que passarei na minha vida. É a hora de acabar de vez com o sofrimento. 

Desperto e ouço o ronco dele. O sono é profundo. Estou confusa e olho ao redor para encontrar minha mãe. Nada. Apenas um sonho. Levanto vagarosamente e vou até o sofá. A garrafa, tal como no sonho, está no chão, vazia. Vou até o quarto e vejo o que já sabia: ele não acordará. Está bêbado e dorme profundamente. Lembro do que sonhei e olho para a faca e o telefone. É hora de acabar com isto.

Meia hora depois, assim como pedi, uma viatura da polícia chega. As sirenes estão desligadas e eu já estou vestida. As mesmas roupas que foram arrancadas à força e sujas com meu sangue. Em minha mão, uma faca longa e afiada. Eles pedem que eu a jogue no chão. Eu atendo. Meu olho esquerdo está fechado, inchado pelas pancadas. O policial se aproxima e questiona sobre o que ocorreu. Eu digo tudo. Abro meu coração como jamais fiz na vida. Cada palavra é molhada por uma lágrima, mas não de dor. Há apenas a humilhação latente, fruto de meses de tortura. Hoje, acredito, tudo chegou ao fim.

Ele é despertado e algemado. Preso em flagrante por estupro, espancamento e tortura. Também é acusado de cárcere privado. A embriaguez não o permite compreender o que ocorreu, porém os dias que se seguem dão lucidez aos meus atos. Eu tive a coragem de pedir socorro, de implorar por resgate. Eu interrompi um ciclo que estava fadado a acabar na minha morte. Mesmo segurando uma faca com as mãos trêmulas, tive a iniciativa de ligar para a polícia e denunciar. As evidências estavam espalhadas em cada cômodo da casa. As evidências estavam espalhadas em cada centímetro do meu corpo. 

Fui para a capa de jornais. Tive minha humilhação divulgada em todas as mídias possíveis. Mas valeu. O monstro que um dia chamei de amor foi preso. Muitos me disseram que, para ele, este era o fim. Estupradores não duram em prisões. Era a hora de receber a retribuição por seus atos. Fiquei dias imaginando-o sentado, nu, em um canto da cela. Muitos o usariam. Muitos o espancariam. 

Retomo minha vida. Parto para outra cidade, mudo o cabelo, mudo as roupas. Nunca mais serei a mesma. Na verdade, não quero jamais voltar a ser aquela criatura frágil e omissa. É hora de andar com a cabeça erguida. Fui estuprada, espancada e humilhada. Só há um porém: ele jamais atingiu o amor que sinto por mim. Ele tocou cada milímetro do meu corpo, mas nunca quebrou minha alma. Lá, em meu âmago, eu continuo inviolável.




domingo, 14 de dezembro de 2014

Lista de Compras: Coleção Harry Potter - Edição Colecionador Preta + Beedle, o bardo.


Para comprar, acesse Extra
Preço: R$ 184,71

Os livros de J.K. Rowling , escritora britânica aclamada mundialmente e, autora da lendária Série Harry Potter , já entraram para a lista dos livros mais vendidos de todos os tempos. Além disso, a coleção também foi para a tela dos cinemas e se tornou grande sucesso de bilheteria. Este Box luxuoso, em edição especial para colecionadores, reúne os 7 livros - em capa dura - do bruxinho mais famoso do mundo! São elas: 


Harry Potter e a Pedra Filosofal 
Órfão de pai e mãe, Harry Potter vive num quartinho embaixo da escada na casa dos tios, que o rejeitam. O menino também sofre com a perseguição do primo mimado, Duda. No dia de seu aniversário de 11 anos, ele descobre que é um bruxo e que a estranha cicatriz em sua testa, na forma de um raio, foi provocada por um duelo com Voldemort, o todo-poderoso bruxo das trevas que matou seus pais. Ele ingressa na Escola de Magia de Hogwarts, conhece seus dois maiores amigos, Rony e Hermione, aprende a jogar quadribol e enfrenta, novamente, seu maior rival. No Brasil, o livro foi lançado em abril de 2000. 

Harry Potter e a Câmara Secreta 
Em seu segundo ano na Escola de Magia de Hogwarts, Harry Potter começa a ser atormentado por vozes estranhas, que parecem sair de dentro da sua cabeça. Ele descobre ser ofidioglota, característica rara entre os bruxos, o que levanta suspeitas dele ter sido o responsável por abrir a Câmara Secreta, que guarda o terrível monstro Basilisco. Manipulada por Voldemort, Gina Weasley, irmã de Rony, é capturada e levada à Câmara - e somente Harry pode salvá-la. Até Hermione, amiga querida de Potter, é atacada pelo monstro e se transforma numa estátua. Só resta ao nosso herói tentar resolver o mistério por conta própria. O título chegou ao país em agosto de 2000. 

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban 
Agora com 13 anos, Harry Potter torna-se mais rebelde, desafiando os tios e os professores. Nas aulas com o professor Lupin, ele aprende como enfrentar os terríveis dementadores, que se alimentam da alma das pessoas, e são os guardiões da prisão de Azkaban, de onde fugiu Sirius Black. Há indícios de que o prisioneiro possa estar na escola e, o que é pior, de que haja um traidor em Hogwarts. Inúmeras surpresas mostram que é preciso cuidado para reconhecer a distância entre a versão de alguns fatos e a verdade. 
A autora ainda presenteia o leitor com emocionantes partidas de quadribol, novas e assustadoras criaturas mágicas e um final surpreendente. O terceiro volume da série, chegou ao Brasil em dezembro de 2000. 

Harry Potter e o Cálice de Fogo 
No quarto ano em Hogwarts, Harry Potter, embora ainda sem idade suficiente, é misteriosamente selecionado pelo Cálice de Fogo para competir no arriscado Torneio Tribruxo. Estranhos sinais luminosos no céu mostram que Voldemort pode estar anunciando sua volta. Além disso, a marca na testa de Harry não pára de doer, o que sempre significa que algo muito tenso está para acontecer. Harry e seus amigos precisam enfrentar testes terríveis, dentro e fora da gincana. será que estão preparados? Com um desfecho de tirar o fôlego, Harry Potter e o Cálice de Fogo chegou ao Brasil em junho de 2001. 

Harry Potter e a Ordem da Fênix 
O Ministério da Magia começa a intervir em Hogwarts, não acreditando no retorno de Voldemort propalado por Harry Potter e Alvo Dumbledore. Indicada pelo Ministério como professora de Defesa Contra as Arte das Trevas, Dolores Umbrigde proíbe a matéria para alunos mais novos, o que leva Harry a fundar a Armada Dumbledore, para ensinar seus colegas a se defenderem do lorde e seus Comensais da Morte. Na batalha Bem versus Mal, Harry vai enfrentar as investidas de Voldemort sem a proteção de Dumbledore, já que o diretor de Hogwarts é afastado da escola. E vai ser sem seu protetor que o jovem herói enfrentará descobertas sobre a personalidade controversa de seu pai, Tiago Potter, e a perda de alguém muito próximo. Não foi por acaso que J. K. Rowling chegou às lágrimas escrevendo o quinto volume da série, lançado no Brasil em novembro de 2003. 

Harry Potter e o Enigma do Príncipe 
Dumbledore passa a dar aulas particulares a Harry Potter e lhe mostra na penseira - bacia de pedra para estocar lembranças - fatos que confirmam a busca de Voldemort pela imortalidade através das Horcruxes, objetos criados para guardar parte da alma. Com Hogwarts invadida pelos Comensais, Potter presencia o assassinato de Dumbledore pelo ambíguo professor Severo Snape, o 'Príncipe Mestiço', cumprindo seu Voto Perpétuo para não morrer. Junto de Rony e Hermione, Harry parte para encontrar e destruir todas as Horcruxes do Lorde das Trevas, tornando-o mortal. Harry Potter e o Enigma do Príncipe chegou às livrarias do país em novembro de 2005. 

Harry Potter e as Relíquias da Morte 
Voldemort está cada vez mais forte e Harry Potter precisa encontrar e aniquilar as Horcruxes para enfraquecer o lorde e poder enfrentá-lo. Nessa busca desenfreada, contando apenas com os leais amigos Rony e Hermione, Harry descobre as Relíquias da Morte, que serão úteis na batalha do Bem contra o Mal. Ação eletrizante conduzida com maestria por J. K. Rowling, concluindo os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos.

Curta a fanpage do Apogeu: www.facebook.com/Apogeudoabismo

Lista de Compras: Misery (Louca obsessão) de Stephen King.


Para comprar com o melhor preço (R$ 18,19), clique aqui: Misery



Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca.Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em “Misery - Louca Obsessão”, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

I.S.B.N.9788581052144
Cód. Barras9788581052144
Número de Páginas326








Curta a fanpage do Apogeu: 
www.facebook.com/Apogeudoabismo

A arte em grafite do português Odeith.


Pequena biografia de Odeith
Odeith nasceu em 1976, na Damaia (Portugal). A partir da década de 1990, quando o grafite se disseminou em Portugal, ele  teve seu primeiro contato com a arte de rua. Com um talento nato, pintou grandes murais por diversos bairros portugueses.
Tem interesse especial pela Perspectiva e sombra, criando o que hoje chama de "sombrio 3D", com destaque para o realismo e os efeitos tridimensionais. 
Sua arte anamórfica é reconhecida internacionalmente. Algumas de suas obras já foram expostas em convenções e são destaque pelas ruas portuguesas.
Atualmente, de Regresso a Lisboa, assumiu a pintura Como Atividade principal, tendão criado murais para Empresas portuguesas e Internacionais como a Shell Londres, Kingsmill, o Sport Lisboa e Benfica (clube de futebol), a Coca-Cola, a Estradas de Portugal, a Samsung, a Câmara Municipal de Lisboa, Câmara Municipal de Oeiras, entre outras.
Entre os eventos em que participou, destacam-se: Meeting of Styles (Alemanha), Museum of Public Art (Louisiana, EUA), MuBE – Museu Brasileiro da Escultura (São Paulo, Brasil), 1ª Bienal del Sur (Panamá), 2º Aniversário do Museu Coleção Berardo, e outros mais.

Há painéis e pinturas do autor à venda em seu site. Basta acessar o link no início do post.











Curta a fanpage do Apogeu:
www.facebook.com/Apogeudoabismo

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Lançamento pela Cia. das Letras: Có & Birds, de Gustavo Duarte



Um sítio é atacado por alienígenas. Dois pássaros recebem uma visita da morte. Foi a partir dessas tramas aparentemente simples que Gustavo Duarte, cartunista de mão cheia com passagens pelos principais jornais e revistas do país, irrompeu no mundo dos quadrinhos. O efeito foi devastador e as duas histórias, publicadas de forma independente e vencedoras dos principais prêmios do gênero no Brasil, tornaram-se objeto de culto entre fãs e colecionadores. Não sem motivo: as histórias de Gustavo, construídas inteiramente sem diálogos, são um primor do traço, da energia cinética e do humor torto e deslavado. Não há uma expectativa que não possa ser quebrada como uma gag visual, uma ideia nova, um desenho único.


Este Có & Birds reúne pela primeira vez as aventuras do fazendeiro em guerra com os ETs que querem roubar seus porcos e a trágica história dos pássaros que tentaram enganar a morte. Entre guinchos, penas e sangue, o fim do mundo nos aguarda com um belo sorriso no rosto, sujo de barro e molhado de gasolina. Será uma grande festa. Chegue cedo, pois desta vez não haverá arsênico bastante para todos os presentes.

Curta a fanpage do Apogeu:
www.facebook.com/Apogeudoabismo

←  Anterior Proxima  → Página inicial